MUNDO | Fonte: DIARIO DE PERNAMBUCO

Estudante sofreu lesão neurológica

Otto Warmbier, o estudante norte-americano libertado pela Coreia do Norte esta semana e que caiu em coma enquanto estava na prisão, sofreu uma “grave lesão neurológica”, afirmou ontem um porta-voz do hospital onde o jovem está internado. O rapaz, de 22 anos, originário de Cincinnati (Ohio, centro-oeste dos EUA), passou um ano e meio preso pelo regime norte-coreano, após ter sido detido por roubar um cartaz político em um hotel de Pyongyang.
“Seu estado neurológico pode ser descrito como um estado de vigília não reativo”, explicou o neurologista Daniel Kanter, durante uma coletiva de imprensa. “Não temos nenhuma informação precisa, nem verificável sobre a causa ou as circunstâncias de suas lesões neurológicas”, afirmou. Segundo ele, “esse tipo de lesões cerebrais geralmente são consideradas consequências de uma parada cardiorrespiratória, quando a irrigação sanguínea do cérebro é insuficiente durante certo período de tempo”.
“Estou muito orgulhoso do meu filho, que nos últimos 18 meses se encontrou com um regime pária, que o maltratou e o brutalizou e que agora voltou e está com sua família”, acrescentou o pai, Fred Warmbier, vestindo a jaqueta usada pelo estudante durante sua espetacular confissão em Pyongyang.

 

Gostou ? Então deixe um comentário abaixo.