Caso não esteja visualizando corretamente este boletim, clique no link abaixo
Boletim Nº 463 - http://cremepe.org.br/boletim-no-463/
 
 
 
  Boletim Nº 463 Recife, 16 outubro 2016
 
 
 
  Noticias Destaque
 
 
 

 

NOTA

Entidades médicas protestam por descaso na saúde

As entidades médicas de Pernambuco vêm a público denunciar e exigir providências das autoridades competentes e solicitar apoio do Ministério Público de Pernambuco e Tribunal de Contas do Estado, no sentido de adotar medidas que possam coibir a atuação de Prefeituras que, passadas as eleições, estão promovendo um desmonte na área de saúde dos municípios, com fechamento de unidades de Saúde e demissão de médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem. Esse tipo de atitude prejudica diretamente a população, principalmente os setores mais pobres. De acordo com denúncias recebidas pelas entidades médicas de Pernambuco, diversas prefeituras estão assim procedendo, numa clara atitude de desrespeito ao povo e às leis. Nós não mediremos esforços para percorrer esses municípios, elaborar um relatório e divulgá-lo para todo o País com o objetivo de chamar a atenção para essa grave situação.

Leia mais
 
   
 

 

   

RESOLUÇÕES

CFM busca barrar na Justiça investidas contra o ato médico

Exorbitando de suas competências legais, os Conselhos Federais de Farmácia (CFF) e de Biomedicina (CFBM) editaram resoluções (CFBM nº 004/15, CFF nº 616/15) que autorizam seus profissionais a executarem diversos procedimentos estéticos como a aplicação de toxina botulínica e de fios de sustentação oral, os preenchimentos dérmicos, a carboxiterapia, a mesoterapia, o agulhamento e o microagulhamento estético e a criolipólise. Diante dos fatos, o Conselho Federal de Medicina (CFM) tem realizado várias ações com o objetivo de fazer valer o entendimento de que os procedimentos invasivos das áreas dermatológicas e de cosmiatria só devem ter sua indicação e execução feita por médicos.

INSEGURANÇA

Entidades médicas interditam Samu de Olinda

Diante das denúncias de invasão, ameaças e intimidações aos médicos do Samu de Olinda, localizado no bairro do Varadouro, as entidades médicas (Simepe e Cremepe) realizaram fiscalização em conjunto e constataram uma série de irregularidades que comprometem o funcionamento do serviço. Após plenária, o Cremepe determinou a interdição imediata do SAMU de Olinda. Durante a fiscalização foram verificados “in loco” problemas como a falta de portão na entrada do Samu e ausência de guarita que facilitam as invasões da unidade, além de condições precárias em toda unidade de saúde.

Leia mais Leia mais
 
 
 
 
 

Clippings em Destaque

 
 
 

15/10/2016
Jornal do Commercio

COLUNA

Presidente do Cremepe dá opinião sobre o Dia do Médico

Leia mais
 
 
 

14/10/2016
Jornal do Commercio

CIDADES

Imunoterapia no combate ao câncer

Leia mais
 
 
  14/10/2016
O Estado de S. Paulo

MATÉRIA

O novo jeito de pensar e fazer medicina

Leia mais
 
 
 
  DIRETORIA
 
 

Presidente André Soares Dubeux

Vice-PresidenteJoão Guilherme Bezerra Alves

 

Secretário Geral José Carlos Alencar

2º SecretárioSilvío Sandro Alves Rodrigues

 

Tesoureiro Zilda do Rego Cavalcanti

2º Tesoureiro Roberto Tenório de Carvalho

 

Corregedora Silvia da Costa Carvalho Rodrigues

Vice-corregedor Maria Luiza Bezerra Menezes

 
 
  (81)2123-5755  

Assessoria de Comunicação imprensa@cremepe.org.br

© BOLETIM CREMEPE 2015 Rua Conselheiro Portela, 203 - Espinheiro - Recife/PE CEP: 52.020-035